//
arquivos

Todos os Posts

Esta categoria contém 339 posts

Preço do minério aumenta

O preço do minério de ferro aumentou mais de 30% neste ano, chegando a mais de 95 dólares a tonelada. Esse crescimento resulta da redução da oferta do produto no mercado mundial, tanto pelo rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, Minas Gerais, como pela passagem de um ciclone por áreas de operação da BHP … Continuar lendo

Fundos europeus deixam Vale

A Vale está sob pressão dos investidores para melhorar a segurança nas suas operações. O Financial Times anunciou que a Union Investment, a terceira maior administradora de investimentos da Alemanha, vendeu todas as ações e títulos que detinha na mineradora brasileira, depois do rompimento da barragem e Brumadinho, em janeiro,  que deixou mais de 220 … Continuar lendo

Custo da tragédia

A Justiça de Minas Gerais já bloqueou 17,6 bilhões de reais da Vale. Mais de R$ 13 bilhões são reservados para indenizar as vítimas e reparar os danos causados pelo rompimento da barragem de Brumadinho, que aconteceu no dia 25 de janeiro, matando mais de 300 pessoas e poluindo o meio ambiente. Os R$ 4 … Continuar lendo

Vale perde, mas nem tanto

O volume de minério de ferro exportado pelo Brasil em março caiu 26% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram 22 milhões de toneladas, o menor volume mensal em seis anos. No entanto, o valor da exportação do minério caiu menos, cerca de 17%, chegando a 1,4 bilhão de dólares, graças à elevação … Continuar lendo

O lucro da Vale

A  lucro líquido Vale no ano passado foi de R$ 25,6 bilhões. Foi o melhor desempenho da mineradora desde 2011. Superou em 45,6% o lucro do ano anterior, Em dólares, significou US$ 6,9 bilhões em 2018, US$ 1,5 bilhão maior do que o de 2017. A diferença a mais equivale a tudo que a mineradora … Continuar lendo

E Carajás: o que ganha?

O quadrilátero ferrífero de Minas Gerais, maior produtor de minério de ferro do Brasil, tem 800 mil hectares. Nos seus limites há 25 municípios, incluindo a capital, Belo Horizonte, com 2,4 milhões de habitantes, e cidades históricas, como Ouro Preto, Sabará e Mariana, num total de mais de 3 milhões de pessoas, representando a maior … Continuar lendo

A Vale e o trabalho

Em 31 de dezembro de 2017, a Vale e suas controladas eram partes em quase 21 mil (20.926 exatamente) processos judiciais de natureza trabalhista, envolvendo o valor total de 18 bilhões de reais, para os quais havia então R$ 1,7 bilhão (10% do total avaliado) de provisões em razão dos riscos envolvidos. Essas versam sobre … Continuar lendo

Os riscos da Vale

Uma redução de preço de apenas um dólar por tonelada no preço médio do minério de ferro no mercado internacional teria reduzido o lucro operacional da Vale no ano encerrado em 31 de dezembro de 2017 em aproximadamente US$ 300 milhões (mais de um bilhão de reais). Só esse dado, que consta do último Formulário … Continuar lendo

A mineração e o Pará

O crescimento do PIB do Brasil no ano passado foi mais acelerado nas regiões Norte e Sul, com alta de 2,7%. O pior desempenho foi do Centro-Oeste, que ficou praticamente estagnado, segundo análise do banco Itaú. As demais regiões registraram um desempenho próximo ao da média nacional, que foi de 1,1%, segundo o IBGE, que … Continuar lendo

O De$a$tre de Brumadinho

O texto a seguir é um dos mais lúcidos e elucidativos sobre os desastres de Brumadinho e Mariana, e sobre os riscos da mineração em geral. Francisco Fonseca, que o escreveu, tem teoria e prática suficientes e com a qualidade exigida de quem sabe o que diz, como mostra o resumo do seu currículo, ao … Continuar lendo

Afastamento tardio

Ontem, a Vale afastou temporariamente o seu presidente, Fábio Schvartsman, e três diretores – oficialmente, por iniciativa deles, depois de pressão feita pelos ministérios públicos federal e de Minas Gerais, e pela Polícia Federal. Os três órgãos de investigação recomendaram o afastamento dos executivos e mais 10 funcionários, enquanto são apuradas as causas e as … Continuar lendo

Diz a Vale

Toda imprensa noticiou hoje o acordo que a Vale assinou, ontem, na justiça de Belo Horizonte. A mineradora se comprometeu  a pagar uma indenização em dinheiro a cada um dos moradores do município de Brumadinho, atingidos pelo rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, quase um mês atrás, com um saldo provisório de … Continuar lendo

Quem deve ser preso?

Desde meados do ano passado, os responsáveis pela gestão da barragem de Brumadinho sabiam que ela não oferecia a segurança atestada pelos laudos técnicos. Não só foram informados do risco iminente de rompimento como da inexistência de um plano de emergência viável para evacuar a área que poderia ser inundada. Na véspera do acidente, os … Continuar lendo

Mineradora joia?

O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, entende que a mineradora “não pode ser condenada” pelo desastre causado pelo rompimento da barragem da mina do córrego do Feijão, em Brumadinho, Minas Gerais, que já contabiliza oficialmente 166 mortos. Mas pode passar de 300. “A Vale é joia brasileira, que não pode ser condenada por um acidente … Continuar lendo

Plataforma de lançamento de minérios

O terminal marítimo da Ponta da Madeira, que fica na ilha de São Luís do Maranhão, completou, no mês passado, 33 anos de funcionamento como o maior porto em movimentação de carga do Brasil e um dos maiores do mundo. Ele escoa, para o exterior, a produção de minério de ferro da Serra dos Carajás, … Continuar lendo