//
arquivos

Todos os Posts

Esta categoria contém 251 posts

Mineração é industrialização?

Uma questão constantemente debatida neste blog é em torno da mineração, a atividade produtiva mais importante (e menos conhecida) do Pará. Afinal, o beneficiamento do minério de ferro feito pela Vale em Carajás é industrialização? Uma base factual para a resposta pode ser encontrada em 1998. Em dezembro desse ano, o Conselho Deliberativo da Sudam … Continuar lendo

Recorde em Carajás

Carajás bateu o recorde de produção em um trimestre: produziu 36 milhões de toneladas de minério de ferro nos três primeiros meses deste ano, graças à entrada em operação da jazida de Serra Sul. Contribuiu assim para que a Vale, dona da província mineral, também batesse seu recorde de produção geral, com 86,2 milhões de … Continuar lendo

A Vale para os chineses?

No próximo mês a antiga Companhia Vale do Rio Doce completará 20 anos como empresa privada, a maior do país, em 75 anos de história. Terá a partir de maio um novo presidente e uma nova organização corporativa. As duas iniciativas visariam romper definitivamente com seu passado, de extensão do governo federal, e dar-lhe o … Continuar lendo

Uma Vale que desaparece

Fabio Schvartsman, que vai assumir a presidência da Vale no próximo mês, ficará no cargo por apenas dois anos, em mandato curto já pré-determinado. Primeiro porque ele tem 63 anos e há uma norma não escrita na mineradora de que seus executivos devem se aposentar aos 65 anos. Essa regra pode ser esquecida, justamente porque … Continuar lendo

Decisão fechada

Os controladores da Vale anteciparam a escolha do novo presidente da mineradora, Fábio Schvartsman, para “estancar um processo de desgaste para a mineradora, que ameaçava tomar proporções maiores”. Segundo uma fonte ouvida pelo jornal Valor Econômico, na edição de hoje, o atual presidente, Murilo Ferreira, “vinha externando insatisfação com sua substituição em conversas com investidores”. … Continuar lendo

Decisão que vale milhões

(Artigo publicado no Jornal Pessoal 290, de agosto de 2002) No mês passado o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, Martinho Carmona, aceitou receber somente o presidente da Companhia Vale do Rio Doce, não os seus dois acompanhantes (o diretor de desenvolvimento da empresa e seu representante local). Os três tinham ido ao gabinete do … Continuar lendo

O cobre silencioso

(Artigo publicado no Jornal Pessoal 289, de agosto de 2002) A Companhia Vale do Rio Doce, a empresa de maior rentabilidade no Brasil no ano passado e a que mais exporta, começou neste ano, no Pará, uma nova etapa da sua história de 60 anos. Como dizem seus executivos, ela está incluindo um novo produto … Continuar lendo

Multinacional em definitivo

No início de abril, a Vale terá três ou cinco nomes dentre os quais escolherá seu novo presidente, que no mês seguinte sucederá Murilo Ferreira, atualmente no cargo. Por coincidência, em maio a antiga estatal completará 20 anos como empresa privada e apresentará seu novo contrato de gestão, em vigor desde maio de 1997. A … Continuar lendo

Será internacionalizada?

Entre 2001 e 2005, a Companhia Vale do Rio Doce investiu no Brasil 28 bilhões de reais (em valores da época; hoje, seriam mais de R$ 50 bilhões). Nenhuma empresa privada aplicou mais capital do que ela no país nesse período. Foi um recorde histórico. Esse valor equivale ao custo da implantação do projeto S11D, … Continuar lendo

O momento é decisivo

O ano passado foi um dos momentos mais críticos na história da Vale. A empresa podia ter fechado o exercício em prejuízo, que em 2015 foi de 12 bilhões de dólares (mais de 40 bilhões de reais) para uma receita líquida de US$ 30 bilhões (mais de 14% de acréscimo sobre 2015). No entanto, conseguiu … Continuar lendo

A Vale vai acabar

O que se previu aconteceu hoje. A Vale anunciou um novo acordo de acionistas, com o qual se tornará uma sociedade “sem controle definido”. A mudança seria para “aumentar a transparência e a igualdade de direitos para todos os detentores de ação”. O novo modelo societário será submetido aos sócios para aprovação. Mera formalidade, já … Continuar lendo

Mudança na cúpula da Vale

O jornalista Lauro Jardim, colunista de O Globo, anunciou e a imprensa toda o ecoou neste domingo como se fosse grande novidade: os acionistas da Vale decidiram extinguir a Valepar, holding que controla a empresa, maior produtora de ferro nos últimos 20 anos. A decisão, tomada durante as negociações para renovar o acordo de acionistas, … Continuar lendo

Perfil da CVRD

(Texto publicado no Jornal Pessoal 265, de agosto de 2001) A saída de Jório Dauster da presidência da Companhia Vale do Rio Doce pode significar que, quatro anos depois da privatização do seu controle acionário, a empresa está privatizando o seu comando administrativo. O embaixador era um remanescente da época em que a estatal atuava … Continuar lendo

Vale: futuro é agora

Começou a contagem regressiva para definir o futuro da Vale. Primeiro, um novo contrato para substituir o atual, com prazo de validade até abril,  contando 30 anos a partir da privatização. É um jogo pesado, com muitos interesses internacionais envolvidos. Em seguida, a indicação do novo presidente, que vai substituir Murilo Ferreira, no cargo há … Continuar lendo

De Eliezer a Eike: a queda

Para vergonha do seu pai, o engenheiro Eliezer Batista, nome sagrado da mineração brasileira, por mais sujeita a controvérsias que seja a sua importante presença na história recente do país, seu filho mais notório, Eike Batista, se tornou, ontem, foragido internacional da justiça brasileira. Mas a ordem de prisão expedida contra ele, em mais uma … Continuar lendo