//
você está lendo...
Todos os Posts

Carajás Sul é a meta

Dos 7,6 bilhões de dólares que planeja investir em 2016, a Vale vai aplicar US$ 13 bilhões no projeto S11D, que implantará uma nova mina na serra sul de Carajás, que adicionará 90 milhões de toneladas à atual capacidade de produção da província, de 130 milhões de toneladas.

Até o final do ano, a nova área de extração de minério de ferro ficará com US$ 3,7 bilhões dos US$ 10,1 bilhões de gastos totais previstos para 2015.

Em 2018 S11D estará produzindo a plena carga. A partir daí, o futuro da Vale dependerá totalmente da capacidade de o minério de Carajás, o mais rico do mundo, a tornarem mais competitiva do que qualquer outra concorrente no mercado mundial. A empresa terá 2% a mais de hematita pura em cada tonelada de rocha do que suas principais concorrentes, as mineradoras australianas.

A Vale retribui ao Pará essa importância do recurso natural depositado no seu território, na medida certa?

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: