//
você está lendo...
Todos os Posts

Carajás desequilibra

O minério de ferro para entrega imediata na China atingiu anteontem, dia 11, o preço mais baixo desde que os dados começaram a ser compilados, em 2008, pelo Steel Index: chegou a 57,70 dólares a tonelada. A China é o destino de mais de um terço do minério extraído de Carajás, no Pará.

Nos dois primeiros meses deste ano a China produziu 175,5 milhões de toneladas de minério de ferro a menos, uma queda de 5,8% em comparação com o mesmo período de 2014. Como a lavra nas minas domésticas tem um custo elevado, a tendência do país é desativá-las e recorrer cada vez mais às mineradoras do exterior. A que mais transporta minério pelos oceanos é a Vale, da qual a China é o maior cliente.

Com essa acentuada redução de custos de uma matéria prima que, três anos atrás, chegou a alcançar 180 dólares a tonelada, as jazidas com minério mais pobre ou com custos de extração altos vão se tornar inviáveis e fechar. Nenhuma tem condições competitivas como Carajás, especialmente quando a produção da mina paraense começar a ser duplicada, em 2017, com o projeto S11D, o maior do mundo, com investimento de 17 bilhões de dólares.

É por isso que tanto a Vale quanto outras grandes mineradoras na Austrália e no Brasil estão promovendo programas de expansão acelerada de suas capacidades produtivas. A previsão é de que o comércio transoceânico de minério de ferro crescerá 430 milhões de toneladas entre até 2020.

A esperança dessas empresas é de que, mesmo com a desaceleração no crescimento da demanda por aço na China, responsável por um terço do mercado internacional, seus custos menores deslocarão os concorrentes do mercado. Só os fortes sobreviveriam, o Brasil à frente, graças à pureza e a dimensão dos depósitos de minério de ferro de Carajás.

Esperança a ser devidamente checada.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: